Resenha: Que Fim Levou Juliana Klein? de Marcos Peres

Título: Que Fim Levou Juliana Klein?
Autor: Marcos Peres
Gênero: Romance Policial
Editora: Record
Páginas: 352
Ano: 2015
Compare preços
Classificação: 4 de 5.

Sinopse: A morte de uma professora de filosofia revela a rivalidade – a princípio, filosófica – entre duas famílias proeminentes nas duas principais universidades do Paraná. A história é narrada por um psicólogo que conversa com uma misteriosa paciente, alocada no quarto 206 de uma clínica psiquiátrica. Seria possível que o assassinato tivesse como causa desavenças acadêmicas entre os Koch e os Klein, ambos clãs que migraram da Alemanha para o Sul do Brasil? Ou teria algo a ver com um segredo enterrado no passado? Em meio a discussões sobre Nietzsche e Santo Agostinho, somos conduzidos pelos meandros desse mistério por um dos escritores mais promissores da nova geração.

Olá pessoal, como vocês estão? Fiquei surpreso com a qualidade desse livro. O Marcos Peres é maringaense, formado em direito pela Universidade Estadual do Maringá e trabalha na Justiça Federal do Paraná como servidor Público. Seu primeiro romance O evangelho segundo Hitler foi o vencedor do prêmio SESC de Literatura.

Que fim levou Juliana Klein? É uma leitura intrigante e desafiadora. A narrativa se divide em três momentos (2005, 2008 e 2011) que vão se intercalando ao longo do livro.

Nesse romance policial a trama gira em torno da rixa entre as famílias Klein e Koch, ambas de origem alemã, que imigraram para o Brasil no século XX. A história dos Klein e dos Koch é permeada de mortes duvidosas, assassinatos e suicídios que vão acirrando o ódio entre as várias gerações das famílias. Além desse ponto, soma-se a contenda teuto-brasileira os antagonismos filosóficos dos Klein e dos Koch. Acrescenta-se a esta testilha o Delegado Irineu de Freitas, problemático e errático, que tem um passado ligado a ambas as famílias e fica obcecado por descobrir o que aconteceu com Juliana Klein. Pronto, temos um belo de um mistério em uma Curitiba opressiva e bem descrita por Marcos Peres.

Como as duas famílias tem penetração no ambiente acadêmico, a trama gira em torno do contraste filosófico das ideias de predestinação, livre-arbítrio, paradoxos, passado, futuro, eterno retorno. Um livro cheio de citações e referências a Nietzsche, Santo Agostinho, Platão, Sartre, Dante Alighieri, entre outros. Apesar de tais questionamentos deixarem a narrativa mais densa, não se perde dinamismo e trama flui muito bem até seu fim.

Enfim, gostei muito do livro.  Recomendo, pois romance policial brasileiro merece ser lido também e Que fim levou Juliana Klein? fortalece ainda mais o gênero.

P.S.1: Livro recebido de parceria com o Grupo Editorial Record.
P.S.2: Fiquei muito surpreso com a qualidade desse livro. Tive a mesma sensação com Uma Praça em Antuérpia da Luize Valente. Ótimos livros que eu não esperava ler
P.S.3: Será que eu já escrevi essa resenha milhares de vezes? E hoje seja apenas uma repetição desse interminável ciclo? HAHA

No mais, até a próxima resenha.

24 comentários:

  1. Bom, apesar de eu gostar de romance policial, sinceramente não me interessei por esse livro, não é um tipo de história que me agrada, mas sua resenha está muito boa e quem sabe futuramente eu mude de ideia e resolva ler esse livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, obrigado. Espero que você mude mesmo e dê uma chance ao livro. É muito bom.

      Abraços

      Excluir
  2. Não, não é só vc que comenta sobre a qualidade da história. Já li tantas resenhas ótimas que o livro entrou para os meus desejados... na verdade, me dei de presente de aniversário e espero ter a sua empolgação qdo puder lê-lo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, legal. Espero que você goste, pois ele é muito bom.

      Abraços

      Excluir
  3. Oiii, acho super legal literatura nacional com essa qualidade, acho que não conseguiria terminar esse livro, pelo fato de ter muito assunto filosófico, acredito que ficaria perdida na trama.
    Mas fico feliz que vc tenha gostado, existe um autor brasileiro, ele é jornalista - se não me engano - e escreveu um livro ótimo, chama mentes criminosas, existe sua continuação mas ainda não li. Recomendo como leitura :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, não é tão complexo assim. Dá uma chance, você vai gostar. Ah, obrigado pela recomendação.

      Abraços

      Excluir
  4. Olá, Rafael. Não sei o porquê, mas a capa de Que Fim Levou Juliana Klein? me atraiu bastante com sua simplicidade. Em relação a estória, aconteceu o mesmo. Fiquei atraído e intrigado pela relação de assassinatos das famílias, a sua rivalidade e, principalmente, a divisão da narrativa em três anos diferentes. Quero curtir esta leitura nacional.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, ele é muito bom. Espero que você goste.

      Abraços

      Excluir
  5. Rafael!
    Livros policiais são sempre instigantes e esse me parece que ainda tem o acréscimo do lado filosófico com citações de vários pensadores, o que enaltece ainda mais a leitura, sem contar que é mais um autor nacional.
    “O que vale na vida não é o ponto de partida e sim a caminhada. Caminhando e semeando, no fim terás o que colher.”(Cora Coralina)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, sim, o lado filosófico acrescenta bastante ao livro, dá outro peso.

      Abraços

      Excluir
  6. Não conhecia, parece bem legal, nunca li livro do gênero, me atraiu bastante.
    Ótima resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, obrigado, espero que você goste.

      Abraços

      Excluir
  7. atualmente estou me aventurando no no gênero policial e to gostando bastante, achei o livro bem interessante pois vai contando a história através dos anos o que eu acho bem legal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu curto bastante o gênero policial. Espero que você goste se um dia for lê-lo.

      Abraços

      Excluir
  8. Oie
    Eu não tinha lido nada sobre esse livro ainda e mesmo sendo um pouco diferente do que estou acostumada a história parece ser das boas.E livros com citações de filósofos são tudo de bom já que adoro filosofia.Com certeza vou incluir ele nas minhas futuras leituras e descobrir mais da narrativa desse escritor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, que legal. Espero que você goste do livro. Sim, a parte filosófica do livro é bem interessante.

      Abraços

      Excluir
  9. Oi,
    Nunca tinha ouvido falar do livro ou do autor. Mas quando vi que oi autor era nacional já gostei. Pela capa não imaginaria que seria um romance policial, gênero do qual gosto muito. A rivalidade entre as famílias me deixou mais animada. E depois da forma como foi indicado preciso ler esse livro.
    Bjjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, a capa me chamou a atenção também, não esperava que fosse policial. Tomara que você goste do livro.

      Abraços

      Excluir
  10. Olá. É muito bom conhecer autores nacionais, há sempre grande escritores. Eu gosto de romance policial, leio sempre para intercalar com os de "mulherzinha" rs. Gostei bastante da resenha, achei interessante o livro, quem sabe um pouco mais na frente eu possa me interessar por ele. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, quase não leio nada de "mulherzinha" haha. Espero que você goste do livro caso leia.

      Abraços

      Excluir
  11. OI! Livros com suspense e mistério são sempre bem-vindos, ainda mais sendo eles brasileiros. Já percebi que não foi muito for acaso que o autor escolher fincar as raízes dessas duas famílias na Alemanha, acho tudo isso promissor. Com certeza vale a pena ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, eu adoro livros nacionais. E esse livro é muito bom. Espero que você goste também.

      Excluir
  12. Que legaaaaaaal, o autor mora na cidade vizinha que a minha e estudou na mesma universidade que eu \oooo/ demais!!!
    Ainda não conhecia o livro, aqui nem se fala =( afff
    mas amei a resenha, parece ser daqueles romances policiais bem arquitetados e instigantes, que não conseguimos parar de ler até desvendarmos o mistério (ou seja, no final kkkkk).
    Já está adicionado na minha big wishlist e assim que der, lerei sem falta!!
    bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, obrigado. Olha que legal e curioso. Pena não falarem. Espero que você goste... vou cobrar essa whishlist, hein?! haha

      Excluir

Related Posts with Thumbnails