Sessão Pipoca: Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros


Título: Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros
Título original: Jurassic World
Elenco: Chris Pratt, Bryce Dallas Howard, Jake Johnson, Judy Greer, Vincent D´Onofrio, Katie McGrath, Nick Robinson, Lauren Lapkus
Direção: Colin Trevorrow
Produção executiva: Jon Jashni, Steven Spielberg, Thomas Tull
Gênero: Ação, Aventura 
Duração: 124 min
Estreia Nacional: 11/06/2015
Nota: 4 de 5
Sinopse: Há vinte e dois anos, o Dr. John Hammond teve um sonho: um parque temático em que visitantes do mundo pudessem vivenciar a emoção colossal de observar dinossauros de verdade. Agora, seu sonho finalmente se tornou realidade. Sejam bem-vindos a Jurassic World, uma atração de luxo totalmente operacional onde dezenas de milhares de visitantes exploram as mais incríveis e magníficas maravilhas da Terra pré-histórica e interagem com elas todos os dias. Situado em uma ilha da Costa Rica e construído ao redor de uma rua principal das mais movimentadas, Jurassic World é um prodígio dos mais sofisticados, repleto de atrações impressionantes. Quem supervisiona cada centímetro do Jurassic World é a dedicada e obstinada Claire (Bryce Dallas Howard). Ela se vê repentinamente atrapalhada com a chegada de seus sobrinhos: Zach, de 16 anos (Nick Robinson), e Gray, de 11 anos (Ty Simpkins). Tudo se complica quando o dinossauro Indominus rex— cuja selvageria e inteligência são desconhecidas— consegue escapar e desaparece nas profundezas da selva. Com isso, todas as criaturas do parque, tanto dinossauros quanto humanos, correm perigo. Para Claire, as vidas mais importantes são as dos seus sobrinhos, que desviaram do caminho a bordo de um veículo que oferece 360 graus de visibilidade externa. O domador de dinossauros Owen (Chris Pratt) e Claire saem à procura dos meninos enquanto o parque é tomado pelo caos e os visitantes viram presas. Dinossauros fogem por terra, sobre água e pelo ar, em uma guerra sem limites pela sobrevivência. Nenhum lugar é mais seguro dentro do maior parque temático do mundo.

É um pouco difícil pra mim falar de Jurassic World, porque sou fã dos filmes dos anos 90, principalmente do primeiro, Jurassic Park, de 93. Além de ser mais do que fã do Steven Spielberg, meu diretor/produtor favorito. O homem sabe fazer filmes e como sabe! Jurassic Park foi um marco em sua carreira. Os efeitos da época em que o filme foi lançado foram um avanço nos cinemas. 


Mas eis que chega Jurassic World, anos e anos mais tarde, como o quarto filme da franquia. Já se passaram 22 anos dos acontecimentos dos filmes anteriores, onde ninguém conseguiu ser bem sucedido em criar um parque com dinossauros onde eles não ataquem as pessoas no fim das contas. Mas isso estava para mudar com o novo parque numa ilha isolada e até o momento tudo está as mil maravilhas, até que um dinossauro híbrido (Indominus Rex) criado em laboratório começa a demonstrar inteligência e a matar funcionários, depois de enganá-los.


Nessa história, conhecemos Claire (Bryce Dallas Howard), que supervisiona o parque e só se importa com os números que ele consegue, ela é totalmente workaholic. Seus sobrinhos Zach, de 16 anos (Nick Robinson), e Gray, de 11 anos (Ty Simpkins), vão pela primeira vez visitar o parque e ela não dá a mínima atenção a eles, deixando-os com uma assistente. Já Owen (Chris Pratt), é um domador de dinossauros que conseguiu “treinar” os Velociraptors. 


Quando o Indominus Rex consegue fugir, Claire e Owen terão que se juntar para pensar em uma solução para combater a fera está aprendendo a matar por esporte tudo que vê pela frente e os sobrinhos dela podem ser suas novas vítimas. No fim das contas, eles vão precisar da ajuda de outros dinossauros para conter a fera. Será que serão bem-sucedidos? 


A ideia é parecida ao filme original: irmãos que não se dão bem, mas acabam se entendendo e os adultos que já tiveram uma paixão mal resolvida e terão que se juntar para salvar as crianças. Não posso esquecer o babaca que sempre faz alguma coisa pra piorar a situação e fazer tudo sair do controle, esse é o papel de Hoskins (Vincent D'Onofrio). 


O elenco é um destaque a parte. Eu que já havia adorado Chris Pratt em Guardiões da Galáxia, o adorei nesse filme, ele rouba a cena. Bryce Dallas Howard faz uma ótima mulher fria que só pensa em trabalho, mas que quando chega na hora do vamos ver, ela entra na briga para salvar os sobrinhos. Detalhe que a mulher corre o filme todo de salto alto. Os meninos também se destacam, principalmente o mais novo. 


Apesar de alguns exageros, o filme é uma ótima pedida, não só para os fãs da saga, para todos que gostem de cenas de ação, dinossauros, aventura e muito mais. Os efeitos especiais são um espetáculo à parte. O visual é lindo e merece ser visto em 3D. Tem clichê? Claro que tem, mas nem por isso o filme deixa de ser grandioso como é. Tem bastante ação e é mais um grande filme que tem a mão do mestre Steven Spielberg, que está como produtor executivo desse.


Pra mim foi nostalgia pura. Ainda prefiro o filme de 93 por ser um clássico, mas esse não fica atrás! Não é a toa que o filme se tornou a maior bilheteria da história do cinema, passando Vingadores (2012) e já bateu outros recordes até o momento.



3 comentários:

  1. apesar de nao ter assistido ainda a esse filme, sou como voce, prefiro o filme de 93 que foi bem incrivel, mas vou assistir essa nova versao e compara e ve se é boa.

    ResponderExcluir
  2. Só assisti o primeiro de todos kkk e amei!!
    Sempre assistia quando era pequena, porque amo dinossauros, acho-os lindos!
    Esse parece ser bem feito, sem perder o foco e ficar repetitivo, ainda irei ve-lo!
    bjus

    ResponderExcluir
  3. Oi Andresa! Minha expectativa para ver este filme é enorme, estou super ansiosa para ver, ainda mais depois desta super resenha. Uma pena que ainda vai demorar um pouco para chegar na minha cidade, mas assim que der vou conferir. Beijooo

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails