Resenha: Julieta de Anne Fortier

Título: Julieta
Autora: Anne Fortier
Editora: Editora Arqueiro
Ano: 2014
Páginas: 400
Compare preços

Sinopse: Julie Jacobs e sua irmã gêmea, Janice, nasceram em Siena, na Itália, mas desde os 3 anos foram criadas nos Estados Unidos por sua tia-avó Rose, que as adotou depois de seus pais morrerem num acidente de carro. Passados mais de 20 anos, a morte de Rose transforma completamente a vida de Julie. Enquanto sua irmã herda a casa da tia, para ela restam apenas uma carta e uma revelação surpreendente: seu verdadeiro nome é Giulietta Tolomei. A carta diz que sua mãe havia descoberto um tesouro familiar, muito antigo e misterioso. Mesmo acreditando que sua busca será infrutífera, Julie parte para Siena. Seus temores se confirmam ao ver que tudo o que sua mãe deixou foram papéis velhos – um caderno com diversos esboços de uma única escultura, uma antiga edição de Romeu e Julieta e o velho diário de um famoso pintor italiano, Maestro Ambrogio. Mas logo ela descobre que a caça ao tesouro está apenas começando. O diário conta uma história trágica: há mais de 600 anos, dois jovens amantes, Giulietta Tolomei e Romeo Marescotti, morreram vítimas do ódio irreconciliável entre os Tolomei e os Salimbeni. Desde então, uma terrível maldição persegue essas duas famílias. E, levando-se em conta a linhagem e o nome de batismo de Julie, ela provavelmente é a próxima vítima. Tentando quebrar a maldição, ela começa a explorar a cidade e a se relacionar com os sienenses. À medida que se aproxima da verdade, sua vida corre cada vez mais perigo. Instigante, repleto de romance, suspense e reviravoltas, Julieta – livro de estreia de Anne Fortier – nos leva a uma deliciosa viagem a duas Sienas: a de 1340 e a de hoje. É a história de uma lenda de mais de 600 anos que atravessou os séculos e foi imortalizada por Shakespeare. Mas é também a história de uma mulher moderna, que descobre suas origens, sua identidade e um sentimento devastador e completamente novo para ela: o amor.

Oie gente! Como vocês estão? Espero que bem!

Eu tirei 13 dias ma-ra-vi-lho-sos de férias! Me apaixonei por Floripa! Foi incrível! Pronta pra mais 1 ano de rotina... :D Tentei ler nas minhas férias... Mas acreditem, quando você tem uma mocinha de 7 anos muito sapeca, não se metam com as férias dela! Hahaha... Ou seja, não li nada! Terminei Julieta quando voltei, e fiquei me perguntando, porque não me tranquei no banheiro sempre que podia, pra terminar esse livro?! Eu amei!
"Duas famílias, uma antiga maldição, um amor quase impossível"
Eu sou tão suspeita pra falar de qualquer coisa referente a história de Julieta... Sou apaixonada por Shakespeare desde que uma amiguinha de escola me deu uma versão surrada de Romeu e Julieta, que furtou sorrateiramente da biblioteca dos seus pais... (Por favor! Não digam a ninguém! Ahhh Teka! Saudade de você!). Sua eloquência poética me ganhou na primeira linha do clássico, e por consequência, suas outras obras...

Quando recebi Julieta, fiquei eufórica, há tempos queria fazer essa leitura, e simmmmm! Foi incrível como eu esperava.
"Alguns terão perdão, outros castigo;
De tudo isso há muito o que falar.
Mais triste história nunca aconteceu
Que está, de Julieta e seu Romeu."
(Shakespeare)

A história...
Julieta conta a história de Julie Jacobs, que mora nos Estados Unidos, tem uma irmã gêmea (chata e mimada) chamada Janice. Após a trágica morte de seus pais, ambas foram adotadas e criadas por sua tia-avó Rose. Com o passar dos anos após o falecimento de Rose e através de uma carta deixada por ela, Julie descobre que nasceu em Siena na Itália, que seu verdadeiro nome é Giulietta Tolomei, e que precisa ir a Siena, recuperar algo muito valioso... Enquanto sua irmã Janice herdou a herança de sua tia-avó, (fato que deixa Julie desolada e primariamente muito injustiçada), então seguindo as instruções deixadas na carta de Rose, que supostamente foram dadas por sua mãe Diane, Julie segue rumo a Siena, em uma aventura com um toque de romance, que nem nos melhores sonhos (ou pesadelos) ela poderia imaginar...
"- Sua mãe era uma sabia mulher - disse, por fim. - E, quando Deus leva os sábios para o céu, deixa sua sabedoria na terra para nós. Os espíritos dessas pessoas continuam vivos, voando ao nosso redor em silencio, feito corujas, com olhos capazes de enxergar na noite, quando gente como nós vê apenas trevas."
A história tem muitas nuances, é um suspense, mas também é uma aventura, um romance... A cada página queremos saber o que irá acontecer, é quase impossível largar o livro. Assim que Julie/Giulietta chega em Siena, ela vai atrás do tal "tesouro" e faz uma descoberta incrível: ela é descendente direta de Julieta! E também descobre que há mais de 600 anos dois jovens amantes, Giulietta Tolomei e Romeo Marescotti, morreram vitimas do ódio irreconciliável das famílias Tolomei e os Salimbeni, (seria uma fantástica coincidência com as famílias Montecchio e Capuleto da famosa e trágica história de Shakespeare?!), e desde aí teve início a terrível maldição que persegue as duas famílias...

O que eu amei...
Eu amei a Julie/Giulietta! Ela é o que chamamos de "garota simples", mas nem por isso menos bela. Diferente de sua irmã Janice, Julie é recatada, modesta, agradável, tem um quê de inocência... Nem por isso, aceita desaforos, ao contrário, tem uma personalidade cativante, mas forte. Isso faz com que a trama flua sem que a protagonista a torne entediante. Falando em protagonista, é ela, Julie, quem nos conta sua história (e eu já disse aqui que tenho preferência por livros narrados em primeira pessoa?! Sim! Sim! Sim!).

A autora (meus parabéns a Anne Fortier - lerei tudo o que você vier a publicar. Sério!) não permite em nenhum momento que a história fique maçante, e nós leitores vivenciamos uma busca frenética em saber o que irá acontecer no próximo capítulo, e vale tão a pena!

E que incrível eram as "viagens" que foram feitas de uma época a outra, de 1340 aos dias de hoje. O vocabulário, a ambientação, tudo. Realmente me transportava a 1340, era como ler um livro de época, e a transição de volta era feita agradavelmente... Perfeito!

Não posso deixar de dizer, que eu também amei o "chefe de segurança" Alessandro Santini (suspira!). Lindo, presunçoso (ele pode), intrigante, misterioso, cavalheiro, lindo... Já disse lindo? :D

Queria poder falar bem mais, existem muitos outros personagens interessantes, e fundamentais para o quebra-cabeça de Julieta, mas acreditem, estou no limite do spoiler. Vocês sabem que em um livro assim, é praticamente um crime!
"- Essa é só uma forma ardilosa de me fazer ir para a cadeia.
Ele estendeu as duas mãos:
- Se eu a quisesse na cadeia, realmente não precisaria ser muito ardiloso, não é?
- Ei, olhe aqui! - disse, empertigando-me o máximo que pude. - Continuo não gostando dos seus joguinhos de poder!
Minha postura o fez sorrir:
- Então, por que continua jogando?"

O que me incomodou um pouco...
Eu não mudaria nada na história em si... Mas é claro que eu, como a romântica incurável que sou, queria mais "cenas" de romance. E vocês me perguntam: Como assim Lili?! Fala de Romeu e Julieta, amores impossíveis... quer mais romance que isso? E eu respondo: Sim! Hahaha...

È que tem mais a teoria em si, do que o próprio romance... Mas isso não é uma crítica, eu sou somente uma gulosa, queria mais... :D

O que me decepcionou mesmo, foi essa edição do livro. Impossível de ler com luz baixa (hábito que tenho e amo), sem chance mesmo, só conseguia ler a luz do dia, e isso influenciou muito no meu tempo de leitura, pois a fonte é muito pequena, nem vou falar da diagramação... Argh! Ficou tipo um poket sem ser poket. Mas fiquei pensando que talvez essa tenha sido a proposta da editora, uma edição digamos, compactada... Ainda assim acho, que Julieta merecia uma impressão a altura de sua história...

Melhor quote...
"- Olhe para mim! - implorou. - Olhe para mim, Giulietta!
Dizem que, quando finalmente o ouvi, não tossi, não gemi, nem fiquei arfante. Apenas abri os olhos e o fitei. E, quando comecei a compreender o que se passava à minha volta, parece que sorri e murmurei: - Shakespeare não iria gostar disso."



26 comentários:

  1. OMG, que blog fofo! Já sigo vcs aqui e no tt, tenho um blog que tá no comecinho, o Livro Arbítrio, se quiserem dar uma olhada http://livroarbitriodotco.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Karla!
      Vou lá conferir seu blog também.
      BB,
      L

      Excluir
  2. Nossa, Lili, parece que você gostou mesmo desse livro rs
    Adoro romances, e esse livro parece ter tudo de bom: romance, mistério, ótimos personagens e narrativa em primeira pessoa =)
    Achei a capa lindíssima, mas que pena que a letra é pequenininha. Fui num evento da editora e lá disseram que diminuíram o espaçamento das margens e não colocaram orelhas para diminuir o custo do livro.
    Espero ter a oportunidade de ler esse livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Pam!
      Eu amei! Se puder, leia. Pois é, minha única crítica negativa foi em relação a isso mesmo, mas sei que existem outras edições bem melhores... Assim que eu puder, vou adquirir uma.
      BB,
      L

      Excluir
  3. Gostei da parte que foi inserido na escrita até um suspense, e dessa ida em busca de algo para ela. Vou ver se arrumo esse livro para ler, e amei sua forma de escrever, simples, alcança bem quem está lendo seu texto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Oliveira!
      Leia sim, super recomendo! Muito obrigada sempre! <3
      BB,
      L

      Excluir
  4. Eu também sou fã de Shakespeare, e sempre que rolam releituras e/ou histórias baseadas em suas obras, tento ler o mais rápido possível. Muito legal saber que esse livro te agradou. Que a autora também tem uma bela narrativa e que soube trabalhar bem essas "viagens no tempo". Claro que esse entrou na minha listinha de próximas aquisições.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Nardonio!

      Julieta foi uma aventura romântica maravilhosa. Assim que você puder, leia sim!

      BB,
      L

      Excluir
  5. Oi, Lili!

    Nossa, sua resenha me deixou muito curiosa!! Parabéns pelo entusiasmo! Amo livros assim, esse parece interessantíssimo. Adoraria saber como a autora conseguiu escrever uma obra assim, que tem essas reviravoltas e, principalmente, volta no tempo. Gosto de Shakespeare, apesar de não ler muito porque não tenho aqueles volumes menores da obra completa. Beijos!

    Letícia Valle
    Litteratura Mundi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Le!

      Entusiasmei né?! Rs... O livro é muito bom! No fim do livro, a autora explica toda a trajetória ao escrevê-lo, sobre as passagens de tempo, suas pesquisas... Enfim, se puder, adquira uma cópia pra vc.

      BB,
      L

      Excluir
  6. Oi Lili,
    Acho bem legal quando são lançados releituras de clássicos nesse caso da Obra de Shakespeare,Romeu e Julieta.Eu tenho Julieta Imortal que é outra ótima releitura desse clássico.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Sérgio!

      Não é?! Também tenho e já li Julieta Imortal e também Romeu iImortal... :)

      BB,
      L

      Excluir
  7. Nossa vc amou mesmo o livro! Que resenhão! (Se é que esta palavra existe).
    Adoro Shakespeare e adoro releitura de obras clássicas, apesar de achar que as vezes os autores pisam em terreno perigoso.
    Tenho o livro aqui em casa, estava sem muito animação pra ler (apesar de ter sido inspirada em Shakespeare). Mas agora claro que darei uma chance.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aeeeeeê Morgan!
      Fico feliz. Depois me conta...

      BB,
      L

      Excluir
  8. Nossa, fiquei curioso demais pra ler esse livro, ainda mais quando vi a palavra "suspense" adoro, e um suspense envolvendo Romeu e Julieta, bom demais né, de cara eu diria que por enquanto nao tinha aquela vontade de ler, mas esse fato mudou, agora ja entrou pra minha listinha aqui '-'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhhh que bom Douglas! Fico contente! Depois me conta...

      BB,
      L

      Excluir
  9. Eu não acreditooo que nunca li esse livro..Me deu uma vontade de me dar uns tapas..srsr..Tudo porque não gostei da capa e achei que seria como ela livro Julieta Imortal (que odiei)...agora, li sua resneha, achando que seria um saco o livro, e a cada parágrafo lido fiquei mais encantada e fascianda pela história...Agora, estou louca pra ler esse livro e conhecer o desenrolar da trama. Amei amei amei amei sua resenha, ficou sensacional...bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aline!

      Que bom! Então, leia, leia, leia! Depois me conta!

      BB,
      L

      Excluir
  10. OI Lili,

    VocÊ estava bem pertinho de mim, eu estou em Blumenau. E tenho um ferinha de sete anos, sei bem o que são "férias" com eles, rsss.
    Eu meio que me confundi um pouco no inicio do livro.Ela tem uma sirma gemea mas só ela é descendente de Julieta ? É isso? O segurança é seu Romeu ? OMG, deve ser uma delicia de romance mesmo.
    O que Shakespeare acharia desse livro ? rsss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ka, sua linda! Sempre querendo me "arrancar" os detalhes importantes... Rsrs... Alerta: spoilers! :D
      Só lendo mesmo... Tenho certeza que você vai amar! <3
      Depois me conta...
      Ps: se eu soubesse disso antes, teria aparecido para um chá! Pôxa! Pôxa! Mas não faltará oportunidade, amei floripa e além de pretender voltar,quero conhecer outras cidades... Foi por muito pouco que não fomos em Blumenau... :)

      BB.
      L

      Excluir
  11. Ei Lili,
    Pela capa eu não leria haha, sabemos que essa de "não julgue um livro pela capa" não funciona com nós, leitores compulsivos. =P
    Achei a história interessante. Eu chego a ler livros de romance, mas quando é muito mimimi eu num curto não. Esse tem suspense, teorias e tals... me interessei. O único livro que li de Shakespeare foi Sonho de Uma Noite de Verão, e há muito tempo.
    Essa sua amiga hein, devia se chamar Liesel kkkk

    Abs...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ítalo,
      Eu amo capas... Mas já me arrependi tanto de julgar, que o "conselho" que eu sempre dou por aqui, é tentar não fazê-lo, perdemos histórias incríveis por isso... :)
      Eu acho... Que você vai gostar de Julieta, dê uma chance, depois me conta!
      Ps: quando eu reencontrar minha amiga Teka, vou dizer que de agora em diante, muito carinhosamente, ei irei chamá-la de Teka Liesel... <3

      BB,
      L

      Excluir
  12. Oie,

    Gosto muito de Shakespeare, li um livro que se chama Contos de Shakespeare e amei. Já vi Romeu e Julieta um monte de vezes e adoro o filme Cartas para Julieta. Fiquei bem curiosa quanto ao livro,tu disse que amou e eu acho que também amarei. Sempre é bom ter mais romance em livros.

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Paulinha!

      Ahhhh... Então tenho certeza que você vai gostar de Julieta! Depois me conta...

      BB,
      L

      Excluir
  13. Vou contar para os quatro cantos que sua amiga te deu o livro furtadinho dos pais hahahaha. Gente, que loucura vocês duas, rs.
    Mas eu aprendi a ter sede por leitura quase dessa forma rs.
    Também gosto muito das obras de Shakespeare, Lili e fiquei tentada a ler esse livro, sem dúvidas. Sua resenha aumentou minha vontade em demasia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desbravadora! Chega de desbravar essa história, vamos ficar em apuros... Rsrs...
      Leia sim, você vai amar!

      BB,
      L

      Excluir

Related Posts with Thumbnails