Resenha: O Circo da Noite - Erin Morgenstern

Título: O Circo da Noite
Autor(a): Erin Morgenstern
Editora: Intrinseca
ISBN: 9788580571608
Páginas: 368


Sinopse :Sob suas tendas listradas de preto e branco uma experiência única está prestes a ser revelada: um banquete para os sentidos, um lugar no qual é possível se perder em um Labirinto de Nuvens, vagar por um exuberante Jardim de Gelo, assistir maravilhado a uma contorcionista tatuada se dobrar até caber em uma pequena caixa de vidro ou deixar-se envolver pelos deliciosos aromas de caramelo e canela que pairam no ar. Por trás de todos os truques e encantos, porém, uma feroz competição está em andamento: um duelo entre dois jovens mágicos, Celia e Marco, treinados desde a infância para participar de um duelo ao qual apenas um deles sobreviverá. À medida que o circo viaja pelo mundo, as façanhas de magia ganham novos e fantásticos contornos. Celia e Marco, porém, encaram tudo como uma maravilhosa parceria. Inocentes, mergulham de cabeça num amor profundo, mágico e apaixonado, que faz as luzes cintilarem e o ambiente esquentar cada vez que suas mãos se tocam. Mas o jogo tem que continuar, e o destino de todos os envolvidos, do extraordinário elenco circense à plateia, está, assim como os acrobatas acima deles, na corda bamba.

Fiquei muito curiosa quando soube que seria a Intrinseca que iria publicar este livro no Brasil, e o motivo era por ele ser um dos livros mais disputados da famosa Feira do Livro de Frankfurt! Imaginei que o livro fosse super envolvente, empolgante, maravilhoso, ou seja, cinco estelinhas, mas infelizmente ele não correspondeu as minhas expectativas, talvez eu tenha esperado demais dele. Não que o livro seja ruim de todo, a autora escreve muito bem, as descrições do circo são maravilhosas e o mistério que permeia toda a leitura foram um dos motivos que me fizeram levar a leitura até o fim. Porém o livro para mim não  funcionou, a leitura não fluiu bem. Foi uma leitura lenta e arrastado e levei umas duas semanas para conclui-lo.

O livro é narrado em terceira pessoa e conta a história de Célia e  Marco, dois jovens talentosos que tiveram os seus destinos marcados quando ainda eram apenas duas crianças, e por isso, são criados e educados para enfrentarem-se em um duelo, onde o palco principal será O circo de Rèves.

O livro, além de ser uma linda e instigante história de amor, também é uma história sobre fantasias, mistérios e sonhos.

Tanto os próprios protagonistas, quanto o leitor, são introduzidos na história e em toda a magia do circo envolto em grandes mistérios e dúvidas, que como disse, foi um dos principais motivos para ter levado a leitura adiante, portanto, a atora acertou em cheio com o mistério e a tensou que criou.

A narrativa de Erin é bastante peculiar, sempre mudando o foco entre os personagens principais, e por vezes, até mesmo alternando entre passado e futuro. Ao mesmo tempo em que é um pouco confuso, torna o mistério ainda mais interessante.

Os personagens são bem construidos e me conquistaram com o avançar das páginas, e às vezes eu me senti uma verdadeira rèveurs, uma amante do circo.

O que realmente me incomodou em O circo da noite, foi o fato da narrativa ser lenta, e por vezes, arrastada. Confesso que pensei em abandonar o livro, mas o mistério que permeia toda a narrativa não deixou.

Ainda estou em dúvida se gostei ou não do final. Achei inteligente, mas não tenho certeza absoluta se funcionou muito comigo.

É um bom livro, que trás uma história diferente, em um cenário mágico, um circo dos sonhos. Infelizmente, pelo fato da narrativa ser lenta, sei que não funcionará com todo mundo, mas não custa nada tentar, né?? :))

Beijinhos :**


6 comentários:

  1. Fernanda Fallleiro5 de junho de 2012 18:32

    Oie,
    Pooxa é uma pena esse lance da narrativa, mas eu não consigo me prender em livro com narrativa devagar... Não dá me sinto perdendo tempo, mas acho que isso é pq sou muito agitada rsrs
    bjoss

    ResponderExcluir
  2. Quero muito ler esse livro. Por que me apaixonei pela capa que eu achei linda.
    Também fiquei com vontade de ler pela sinopse.
    Já li muitas resenhas desse livro e ele não agradou muito.
    Mesmo assim ainda quero dar uma chance para ele.
    Bjins.

    ResponderExcluir
  3. Isabelle Vitorino6 de junho de 2012 11:59

    O livro me conquistou pela capa, mas como todos nós sabemos, capa não quer dizer nada sobre o livro. Já li bastante resenhas negativas sobre ele, e por isso estou com muitas dúvidas se quero ou não lê-lo. Confesso que estou curiosa por a história se passar no circo, entretanto, no mais a história não me atrai. Odeio leituras soníferas!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Eu fico tão na dúvida se coloco ou não esse livro na wish list! Eu leio resenhas totalmente diversas sobre ele, tem gente que amou de paixão, tem gente que odiou... Acho que só lendo pra descobrir, né, rs
    A primeira vez que li sobre ele foi numa resenha na Época, e falavam TÃO bem do livro, fiquei realmente curiosa. Mas aí li as resenhas meio negativas... Bem, a vantagem de pegar um livro sabendo que pode não ser muito legal, é que ele pode surpreender. Já sei que a narrativa de Circo da Noite é lenta, mas quero muito saber o que é esse "final inteligente"!

    ResponderExcluir
  5. Participei de alguns sorteios desse livro.mas não consegui.
    Pelas resenhas, parece ter algo de interessante e envolvente. Talvez a autora tenha errado um pouco na forma escolhida para narrar. Assim, que puder o lerei.

    soniacarmo
    retalhosnomundo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Eu estou bem curiosa para ler esse livro, achei bem legal esse mistério todo criado ao redor da estória. Realmente, a maioria das resenhas que li sobre ele destacavam o fato da narrativa ser muito lenta e meio confusa, vi também que muitos desistiram da leitura por esse motivo, mas ainda assim quero dar uma chance ao livro, pois acho esse gênero de livro bem interessante. Espero que ele não me decepcione muito, apesar de as minhas expectativas para ele não serem muitas.

    Abraços. 

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails