Resenha: Ninguém como você - Lauren Strasnick

Edição:
Editora: iD Editora
ISBN: 8516067467
Ano: 2010
Páginas: 235
Tradutor: AUREA AKEMI ARATA

Holly é uma adolescente de 16 anos que está no último ano do ensino médio. Ela não é a mais popular, nem a mais bonita, tão pouco a mais inteligente. Ela é apenas a Holly, que é a melhor amiga do Nills e que a aproximadamente seis meses perdeu a mãe, vítima de câncer de mama.
Como desgraça pouco é pura bobagem, ela acaba de perder a virgindade por perder, no BMW cheirando a cigarros de Paul, um carinha da escola que por acaso tem namorada.
E é a partir do envolvimento de Holly com Paul que a história começa e que a vida de Holly a cada dia vai ficando mais e mais complicada.


Ninguém como você foi um livro rápido e fácil de ler, mas que infelizmente não conseguiu me cativar. Por mais que eu tentasse me identificar com a Holly eu não consegui, e ao longo das 235 páginas houve horas em que eu realmente consegui compreende-la, mas houve momentos que eu tive uma vontade enorme de dar uma sacudida nela, para ver se ela finalmente acordava! Foi amor e ódio do início ao fim.

Acredito que para conseguirmos aproveitar a leitura do livro temos de despir os nossos preconceitos e abrir a nossa mente. Tentei não julgar as atitudes erradas que ela teve durante o livro, pois sei que grande parte das atitudes dela foram devido a perda da mãe e a fase conturbada que é a adolescência. Porém, não consegui gostar e nem tão pouco não gostar do livro, simplesmente não me tocou.

Até agora não me conformo dela ter caído naquele velho papo de homem que quer ficar com duas mulheres ao mesmo tempo e diz que não pode abandonar a atual, por pura pena! Também não entendi direito o interesse dela em se tornar amiga de Saskia, a namorada de Paul. Isso só fez complicar ainda mais a vida dela. Por outro lado, também consigo entender toda a carência dela, afinal todos nós queremos ter amigos, sentir que somos desejados e amados, ainda mais ela que acabou de perder a mãe. Afinal, perder a mãe não é algo fácil e muito menos indolor. Acredito que deixa marcas profundas para toda a vida. Senti que ela se perdeu ao perder a mãe. Até agora não sei se sinto uma imensa pena dela ou raiva por ela insistir em fazer tantas besteiras, mesmo sabendo no fundo que estava errada.

Os melhores momentos do livro com certeza são aqueles que envolvem o Nills, e realmente não há ninguém como ele no livro. Fiquei desejando um melhor amigo como ele. Eu juro que torci muito por um final feliz (sim, sou uma romântica incorrigível), portanto fiquei um tanto surpreendida pelo final tão realista, mas pensando bem a Holly mereceu o final que teve. Só espero que dessa forma ela tenha amadurecido e conseguido encontrar o lugar dela no mundo! :)

É um livro que eu recomendo para se ler em um domingo ocioso, por ser uma leitura extremamente rápida, mas não vá com muita sede ao pote, pois ele poderá derramar!

Beijinhos!:**

35 comentários:

  1. Olá Meninas,

    Gostei do estilo do livro, mas parece que ao findar, deixa muitas pendências, dores que são causadas por um comportamento de adolescente.
    Os romandes adolescentes são como vendaval, e diante da perda apresentada, ela pode ter confundido carência com atração.
    É um livro legal!!
    Bjs
    Renata
    www.tecergirassois.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Nossa eu queria muito ler o livro, mas já fiquei meio assim...
    A resenha está maravilhosa...
    Bjos!!!
    Andréia
    Sentimento nos Livros

    ResponderExcluir
  3. Hum... naum sei se quero ler...

    http://conversandocomdragoes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Eu estava bem afim de ler esse livro, mas num sabia mt sobre a história :x rs Perdi minha mãe a menos de um mês e sei bem como é essa coisa de estar totalmente perdida, as vezes dá vontade de fazer loucuras mesmo x.x mas tem que se controlar cara, kkkk. Acho que vou querer bater nessa menina as vzs tbm xD Tomara que eu consiga ler logo :P Aadorei a resenha ^^

    Beijos
    www.julguepelacapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Interessante a história.Realmente nos perdemos quando perdemos alguem que a gente ama.Minha mãe teve essa reação quando vovó morreu...Fez grandes besteiras, como mudarmos de cidade e irmos morar nos cafudós do Judas. Ainda hoje 10 anos depois e mil reviravoltas ela as vezes troca os pés pelas mãos, mas agora sou mais madura e ajudo ela nos sufocos. Há perdas insuperáveis...Adorei a resenha.Me deu vontade de ler o livro...Bjksss

    ResponderExcluir
  6. Oooi!

    Já me falaram tão bem desse livro, mas ao ver resenhas eu acho que é capaz de eu rasgar o livro de raiva HAHAHA Sério, pelo que eu já li, a menina fica totalmente perdida e faz besteiras... Não sei se minha emoção aguenta HAHAHA

    Bjsbjs

    ResponderExcluir
  7. Quero quero quero *-*'
    Deve ser muito bom.
    bejs*;

    ResponderExcluir
  8. Olá ^^
    Não tinha ouvido falar desse livro, e nem me animei...
    Como me envolvo bastante com as histórias que leio é capaz de eu ter um piriri! haha

    =****
    Mi
    Inteiramente Diva

    ResponderExcluir
  9. Oiii!

    Já li tantas resenhas boas desse livro!
    ^^

    Quero muito ler e vou acabar comprando!
    ahushau

    Bjinhos
    Psiu!
    www.SilencioQueEuToLendo.com.br

    ResponderExcluir
  10. Vou querer ler esse livro só por curiosidade e saber as coisas erradas que ela faz. Perder alguém que a gente ama não é fácil, ainda mais qd é adolescente, talvez seja por isso que a protagonista andou meio perdida nas atitudes.

    ResponderExcluir
  11. Olá Rê, ao ler a resenha de "Ninguém como Você" lembrei de "...Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento." - Clarice Lispector.
    Nessa minha intensa vida de leituras (e releituras) deparei-me com muitas condutas / histórias que fugiram totalmente do meu entendimento e/ou da minha aceitação - também muitos filmes me trouxeram a mesma sensação - mas agradeço cada oportunidade que os livros / filmes proporcionaram-me. Acho que isso foi o que mais chamou minha atenção na sua resenha: a simplicidade e honestidade c/ que você emite a sua opinião... Muitas vezes deixei de comentar leituras por não querer constranger... Voltando a minha lembrança de Clarice Lispector - acredito que não entender as atitudes de outrem (mesmo que personagem) é uma excelente e construtiva forma de viver!
    Parabéns!
    Bjão carinhoso,
    Ana M M P
    LER ou não SER - http://anammpereira.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Está na minha lista de compras, mas a cada dia que pasa vai ficando para trás, é que aparecem livros bem mais interessantes que este! obrigada pela resenha, gostei muito!, e Ninguém como você fica esperando um pouco mais ;)

    ResponderExcluir
  13. Tenho uma curiosidade imensa por esse livro. Bom saber que não devo ir com muita sede. hehe
    Ainda bem que não posso comprar nada agora, então ele vai demorar um pouco para chegar nas minhas mãos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Já li a resenha desse livro!
    Muito complexa e fofa =D
    A Holy pena pra caramba...
    Amei!
    bjs

    ResponderExcluir
  15. Bom saber que você consegue colocar as atitudes dos personagens de lado quando não agradam e dar andamento a leitura. Eu também procuro fazer isso, porque se não for desse modo, fica difícil conseguir terminar o livro.

    E pelo jeito a protagonista é bem burra e tapada kkkk, do tipo que detesto com todas minhas forças. Acho que será dificil me afeiçoar a ela, e a história também não parece ser nada demais.

    Bom, mas de qualquer forma, mais para frente pretendo ler esse livro.

    Parabéns pela resenha!

    Beijinhos,

    Ler e Almejar

    ResponderExcluir
  16. Pois então é um monte de gente falando que olivro não é lá essas coisas, chega a intristecer, eu lera ele só pela capa porque realmente é linda.

    Bjs

    ResponderExcluir
  17. Nossa, pela capa do livro eu pensei que seria só um livro de romance bem leve e bobinho (desses que a gente lê num final de semana e acha fofo). Mas parece que tem muito mais coisa envolvida, e umas coisas bem tensas também. Me pareceu muito bom, e eu gostaria muito de ler! :)

    @madchenmeroko

    ResponderExcluir
  18. Querida Renata... talvez o objetivo do livro não fosse mesmo o de cativar, mas o de dar uma sacudida, abrir os olhos de algumas adolescentes. Toda leitura nos acrescenta algo e por isso este mundo literário é tão fascinante.
    Bjos e parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  19. achei interessante a idéia do livro , fiquei com dó da garota , parece ter sofrido parcas, vou procurar pra ler, gosto de livros assim!

    ResponderExcluir
  20. É duro lidar com protagonistas burras huahauahu mas a gente tem que se esforçar e terminar a leitura porque as vezes o final é bom e os outros personagens valem a pena.
    Não me empolguei muito, mas isso não quer dizer que não darei uma chance rs...
    beijos
    Livros e blablablá

    ResponderExcluir
  21. Uhm, que coisa, pela capa e o título eu pegaria esse livro na hora para ler, mas senti que ele te decepcionou um pouco. Eu também não suporto personagens assim viu, fico morrendo de raiva depois kkk mas fiquei curiosa e pretendo ler um dia ;)

    @Tibiux

    ResponderExcluir
  22. Gostei muito da resenha!
    O livro não era como eu imaginava, mas parece ser bem legal!
    As vezes é difícil você se "apegar" a um livro onde você não se identifica muito com a personagem. Gosto muito de livros teens, mas as vezes existem comportamentos/atitudes que irritam! rsrs
    Eu gostaria de ler este livro em breve... rs

    Beijos^^
    Danni
    Garotas & Livros

    ResponderExcluir
  23. OI, gostei de voce ter sido super sincera na sua opinião sobre esse livro, pelo menos não fiquei iludida, porque a capa é tão linda que não pensaria duas vezes em le-lo! Obrigada, a resenha ta ótima! Bjo!

    ResponderExcluir
  24. Humm ... não sei exatamente se esse é o meu tipo de livro ...

    http://entrelinhas02.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. Eu gosto de livros assim, já estou lendo livros tão pesados, que as vezes de uma leitura mais simples e descomplicada.

    ResponderExcluir
  26. Oi!

    Gosto das suas resenhas, sempre tão franca. Não gostei foi da história, não é para mim!

    Bjos!

    ResponderExcluir
  27. Suas resenhas são ótimas, parabéns por elas.
    Esse livro eu deixo passar, não é muito do estilo que eu gosto.

    ResponderExcluir
  28. Gostei da resenha..ainda não sei se quero ler esse livro.. ó dúvida..mas está na lista de vou ler para não esquecer ele!

    ResponderExcluir
  29. Adorei a resenha. Só li resenhas positivas.
    Está na lista de leituras futuras.

    ResponderExcluir
  30. Parece ser o tipo de livro que a personagem principal era inocente e resolve virar rebelde comportada, como você disse dá de entender pelo fato de perder a mãe dela. Pra quem não passou pela situação acha que ela é tola, mas se você começa a imaginar a vida sem sua mãe, você também não se ve fazendo coisas legais...
    Mas acho que não vou ler o livro, não pareceu ser muito construtivo ou legal...
    beijo!

    ResponderExcluir
  31. Tá aí um livro que é a minha cara, nada de vampiros, lobisomens, anjos e outros mais. É apenas uma história comum, como um ponto focal comum, de uma adolescente comum; pelo que li na resenha o livro fora muito bem elaborado, com alguns defeitos na história, segundo a resenha.
    Talvez eu possa procurar o livro para ler. Apesar da história do livro ser a minha cara, não sei o compraria.

    ResponderExcluir
  32. Adorei a resenha.
    Este livro esta na minha listinha de quase 200... rsrsrsrs.
    Não sei como explicar, mas a capa me deixou completamente apaixonada... Simplesmente amei...

    ResponderExcluir
  33. Já tinha lido outras resenhas deste livro e não me deu aquela vontade luca de ler não.
    Vai pra lista dos que talvez um dia eu leia num domingo ocioso (com falta de luz, que esteja chovendo...) como você falou.

    Bye

    ResponderExcluir
  34. Gostei muito da sua resenha. Contudo, pela maneira que você descreveu os sentimentos que o livro despertaram em você. Não sei se esse é um livro que eu curtiria, mesmo que fosse lido num momento de tentativa de fugir do ócio.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  35. Eu ODEIO esse livro. A Holly é um saco, não consegui simpatizar com ela e muito menos entender suas atitudes… Péssima experiência!
    Mas hey, não há nada como conferirem pelos próprios olhos: http://portugues.free-ebooks.net/ebook/Ninguem-Como-Voce

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails