Resenha: Querido Jonh, Nicholas Sparks - Filme X Livro



Editora: Novo Conceito
Autor: NICHOLAS SPARKS
ISBN: 9788563219022
Ano do Lançamento: 2010
Edição:
Número de páginas: 288
Feito Por: Dany Welch

Sinopse:

Quando Savannah Lynn Curtis entra em sua vida, John Tyree sabe que está pronto para começar tudo de novo. Ele, um jovem rebelde, se alista no exército logo após terminar a escola, sem saber o que faria de sua vida. Então, durante sua licença, ele conhece Savannah, a garota de seus sonhos. A atração mútua cresce rapidamente e logo transforma-se em um amor que faz com que Savannah jure esperá-lo concluir seus deveres militares. Mas ninguém pôde prever que os atentados de 11 de Setembro pudessem mudar o mundo todo. E como muitos homens e mulheres corajosos, John deveria escolher entre seu amor por Savannah e seu país. Agora, quando ele finalmente retorna para Carolina do Norte, John descobre como o amor pode transformar as pessoas de uma forma que jamais poderia imaginar.


Mais uma obra prima de Nicholas Sparks. Um romance contado em primeira pessoa pelo personagem principal John Tyree, algo fora das minhas leituras comuns de romances, onde observamos os fatos, reações, sofrimentos pela perspectiva masculina.

John é um rebelde que se torna militar, e que em sua primeira licença resolve voltar a sua cidade natal e se hospeda na casa do seu pai, o qual não tem um bom relacionamento e resolve curtir suas férias.

Um dia sai para surfar em algumas praias e tomar cerveja quando repara em um grupo de jovens que acabaram de chegar no local para curti as tão desejadas férias de verão e participar de um trabalho voluntário.
John passa pelo grupo encantado por uma morena que é simpática com ele, considerando seu ar de "badboy", está é Savannah Lynn Curtis, além de um simples "oi" não há nenhum contato evidente.

Em uma distração um dos rapazes o grupo derruba a bolsa de Savannah no mar, para evitar que a moça se atire na água, John com seu complexo de herói entra no mar e recupera a bolsa da moça que continha todo o seu dinheiro. Grata ela o convida para jantar com o grupo com o qual está morando no momento e que irão fazer o trabalho voluntário construindo casas para pessoas necessitadas.

Eles se apaixonam, como esperado para um romance, vivem momentos inesquecíveis, contudo a licença de John se expira e ele precisa voltar, sem antes jurarem o seu amor e se comprometerem a trocar carta, aqui temos a explicação o nome do título.

Com ajuda de Savananh, John tenta entender o seu pai e melhorar o seu relacionamento com ele, enquanto um ano o separa de sua amada. No decorrer da história vemos o dia a dia da sua via no exército, o amor e a saudade que ocorre com ele (é de cortar o coração).

Contudo, um fato grave acontece mudando o destino dessa paixão. Escolhas impulsivas começa a deteriorar uma bela história de amor, enquanto isso o relacionamento com o seu pai se agrava.

"O que você faria com uma carta que mudasse tudo?"

O livro é uma bela história de amor com altos e baixos, onde o grande amor é capaz de tudo para ver o outro feliz.
Um livro que me fez chorar ,não pelo seu fim e sim pela intensidade da sua história.

Entretanto o filme não me deixou extasiada emocionalmente, não me deixou dias com DPL (depressão pós livros) ou nesse caso depressão pós filme, as diferenças são gritantes, a midia perdeu a sutileza que o livro trás, os turbilhões de emoções. Vemos um pai doente, fragilizado quase ao ponto da demência, sendo que no livro ele é só um super antisocial. John é um arruaceiro, badboy em recuperação, explosivo e com sérios problemas emocionais com o pai, fatos não relacionados no filme.


Cuidado nessa análise você encontrará muitos SPOILERS!
As coisas que mais odiei no filme foram: Adam sendo filho do Nick e esse mais velho, largado pela mulher, só faltou ser bêbado, e o final ridículo (olha aquele cavanhaque medonho) do reencontro. Onde ficou as ondas emocionais dos últimos capítulos, e o final mais deprimente e lindo?


Um dia desse estava vendo o filme Pearl Habor (2001) e reparei que a premissa de Querido John consciente ou inconsciente sofreu influência nessa trama. Claro que Pearl Habor é mais dramático e adulto. Temos a premissa do mocinho soldado conhece mocinha enfermeira que ajuda as pessoas (te lembra algo?), passam uma temporada juntos e se separam por causa da guerra, o mocinho vai por livre escolha (11 de Setembro no livro te lembra algo?). A mocinha morre de saudade, fica desesperada, desiludida e do nada começa a sentir algo diferente pelo melhor amigo do soldado e está apaixonada (No livro o melhor amigo é dela e não dele). O soldado volta, descobre que a mocinha está com outro e todo uma crise existencial do triângulo amoroso começa. Lógico que o filme toma um rumo diferente, vemos a visão de ambos os lados, e a guerra fria, cruel e aniquiladora e temos um final fofo, que agrada a todos, mas triste.

Você se lembrou de algum livro/filme recente, algo lido algumas linha a cima?

Apesar da mesma premissa o livro é maravilhoso e você precisa de uma caixa de lenço, no miníno, ao seu lado, o filme dispensa esse acessório permanente nas leituras do senhor Sparks. Se você chegou ate aqui, gastou um estoque considerável de lenços de papéis, olhe e aprecie o causador das nossas DPL, e comece a se preparar para os próximos livros dele.

24 comentários:

  1. O livro parece ser muito bom. Não vejo a hora de poder comprá-lo juntos com os outros desse divo! rs'

    Beijinhos

    Amanda {primeiro-livro.com}

    ResponderExcluir
  2. Nossa parecia que eu ja estava adivinhando, ontem a noite revi uma amiga que já não via há bastante tempo, e, o papo que rolou entre nós foi sobre o livro/filme, eu adoro os livros do Nick pelo menos aqueles que li (a maioria) mas justamente esse livro é o que eu não gostei, ele é bem escrito e tudo, mais eu realmente não gostei da história em si.
    Bjo Lia

    ResponderExcluir
  3. O livro é legalzinho... mas naum passa disso.

    http://conversandocomdragoes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Eu ainda não li o livro, nem assisti o filme, pq eu só assisto depois que leio. heheh
    O Livro está em casa e assim que terminar de ler alguns livros da minha pilha vou lê-lo.

    Beeijo
    Rapha - Doce Encanto
    http://rapha-doceencanto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Ah! Sabe que eu acho que vc tem razão? pelo menos as premissas são parecidas.
    Eu adorei o livro e todos que li até agora do Nicholas eu amei.
    Adorei seu post.
    Bjos!!!

    ResponderExcluir
  6. Eu adorei o livro, mas o filme me decepcionou muito, odiei o final do filme, com o livro chorei a tarde toda sentada na sala, minha mãe foi até me perguntar se eu estava bem rs, agora o filme não passou tudo que devia, sem contar que as adaptações que fizeram ficaram péssimas, tentaram encaixar coisas, só dando mais voltas, enfim eu definitivamente não gostei do filme, mas amei o livro.

    Beijo

    ResponderExcluir
  7. Ah, concordo plenamente o com você o filme perdeu a sutileza das emoções. Ficou muito mecânico e manjado!
    MIl vezes o livro!
    =D

    BJo
    Clícia Godoy
    http://silencioqueeutolendo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Não assito dramas e evito ler esse tipo de literatura. Puxa, fiquei deprimida só de ler a resenha ( o que mostra como foi bem escrita). Recomendo pra quem gosta deste tipo de literatura.

    ResponderExcluir
  9. Opaa, parei na parte "spoilers" kkkk
    Preciso ler todos os livros de Nicholas, coisa que venho desejando desde que vi Um Amor para Recordar e soube que vinha de livro ♥
    o//

    Meninas, tem meme pro blog lá no Canto e Conto ^^
    http://t.co/cMiQNzq

    Beijoss

    ResponderExcluir
  10. Oi, Dany!

    Eu tb não gostei do filme não... deixam o John como um grande bobão, meio avoado... ah, detestei!
    Mas o livro é lindo! :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Só assisti ao filme e creio que o livro seja bem melhor! haha
    Vou comprovar isso em breve, ele já está em casa esperando para ser lido. ;)
    Beijo

    ResponderExcluir
  12. Mil vezes o filme! Eu me decepcionei demais com esse livro!

    Mil beijos.
    @Mariaclarabruno
    http://www.thecoffeesandbooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. Eu sou apaixonada por este livro, e ainda assisti ao filme. Este e Diário de uma paixão são o máximo. E aqui, Li toda encantada com o escritor.
    Bjs
    Renata
    www.tecergirassois.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Meninas, passem lá no blog. Vai ter promoção do livro da resenha de hoje. :)

    Beijo grande!

    ResponderExcluir
  16. Aaah, eu adoro o filme e o livro... são super lindos, apesar das pequenas diferenças *___*

    beeeijos
    Jéssica

    ResponderExcluir
  17. Gostei muito da sua resenha e suas reflexões.
    Assisti ao filme e, confesso, fiquei um pouco decepcionada. Por isso comprei o livro. Quem leu sempre elogia então, é ler para crer.

    Passa no meu blog, ele é novinho... me segue.
    http://seliga-cris.blogspot.com/

    Bjks!

    ResponderExcluir
  18. Oi, não to conseguindo comentar no post do sorteio [acima] =/

    ResponderExcluir
  19. Eu amei o filme, sei que o livro deve ser mil vezes melhor do que filme, claro, né?! Que deer eu sou!
    Pretendo comprar esse livro, mas não agora

    ResponderExcluir
  20. Eu estou muito curiosida para ler o livro e ver o filmes. O filme eu vi algumas partes, por isso há aquela curiosidade maior pelo livro. Assim que der eu compro o livro e devoro-o ♥

    ResponderExcluir
  21. Eu adoro o Nicholas Sparks, todos os livros que eu li dele foram lindos e me fizeram derramar muuuuuuitas lágrimas...
    Esse não foi diferente... Chorei.
    Realmente, esse não é o melhor livro dele, mas é muito bom...
    Obs: Prefiro A Ultima Música...

    ResponderExcluir
  22. Acho que sou manteiga derretida, pq Li o livro, chorei horrores, dpois com o Filme tb! Mas com certeza o Livro é melhor! Nossa, adoroo Nicholas Sparks. @curujabell

    ResponderExcluir
  23. Já assisti algumas adaptações das obras dele para o cinema, Diário de uma paixão e Um amor para recordar me fizeram chorar litros!

    Contudo, ainda não foi despertada em mim a vontade de ler os livros.

    Querido John, me chama bastante a atenção, mas no momento não quero alagar a minha casa com lágrimas. -rsrsrs-
    ... Quem sabe num outro momento?

    Beijos!

    ResponderExcluir
  24. coração SaJohn!!!22 de abril de 2012 07:31

    Quando eu li o livro Querido John eu sinceramente chorei muito por esse motivo eu não quero ver o filme. O final não era para terminar Savannah e Tim mais sim Savannnah e John.

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails