Resenha Um olhar do Paraíso (The Lovely Bones)


Um Olhar do Paraíso
titulo original: (The Lovely Bones)
lançamento: 2009 (Nova Zelândia) (Reino Unido) (EUA)
direção: Peter Jackson
duração: 135 min
gênero: Drama
status: arquivado
sinopse: 6 de dezembro de 1973. Norristown, Pensilvania, subúrbio da Filadélfia. Susie Salmon (Saoirse Ronan) está voltando para casa quando é abordada por George Harvey (Stanley Tucci), um vizinho que mora sozinho. George a convence a entrar em um retiro, por ele construído. Lá dentro, Susie é assassinada. Os pais de Susie, Jack (Mark Wahlberg) e Abigail (Rachel Weisz), inicialmente se recusam a acreditar na morte da filha, mas precisam aceitar a situação quando seu gorro é encontrado em meio a um milharal, junto a destroços do retiro que estão repletos de sangue. Em meio às investigações, a polícia conversa com George mas não o coloca entre os suspeitos. Com o tempo Jack e Lindsey (Rose McIver), a irmã de Susie, passam a desconfiar de George. Toda esta situação é observada por Susie, que agora está em um local entre o paraíso e o inferno. Lá ela precisa lidar com o sentimento de vingança que nutre em relação a George e a vontade de ajudar sua família a superar o trauma de sua morte.


Com a direção do glorioso (digo glorioso porque sou mega-fã de senhor dos anéis) Peter Jackson e elenco com Mark Walhberg, Rachel Weisz, Susan Saradon Saoirse Ronan e Stanley Tucci.
Após assistir este filme, fui pesquisar mais sobre o mesmo. Descobri que ele é uma adaptação de um livro da autora Alice Sebold. O título do livro é o mesmo do filme, The Lovely Bones, lançado aqui no Brasil como Uma Vida Interrompida: Memórias de um Anjo.
Ainda não tive a oportunidade de ler esse livro, porém imagino que, se a adaptação para o cinema ficou muito boa, o livro deve ser maravilhoso.

Capas dos livros:

Logo no inicio do filme, Susie Salmon apresenta sua história:
Meu sobrenome era Salmon, salmão, igual ao peixe; meu primeiro nome era Susie. Eu tinha 14 anos quando fui assassinada no dia 6 de dezembro de 1973. Nas fotos de meninas desaparecidas que saíam nos jornais nos anos 1970, a maioria se parecia comigo: meninas brancas de cabelos castanhos cor de camundongo. Isso foi antes de todas as raças e sexos começarem a aparecer nas caixas de leite ou na correspondência diária. Ainda era na época em que as pessoas acreditavam que coisas assim não aconteciam.(...)
O filme é angustiante, acompanhar Susie Salmon encontrar seu fim nas mãos de um serial killer não é nada fácil. Pior ainda é acompanhar como sua família lida com isso depois. Assistir ela, tentando todo momento lá do seu “céu particular”, descobrir quem é seu assassino e não poder fazer nada, é realmente de cortar o coração. Ver a mistura de emoções e lembranças de Susie, tão bem representadas em cores e paisagens, é lindo. Peter Jackson fez um ótimo trabalho em demonstrar isso. Talvez os efeitos especiais não sejam épicos como em Senhor dos Anéis, entretanto não deixam de ser bons.

As atuações são maravilhosas. A que mais me chamou atenção foi a do Stanley Tucci. Surpreendeu-me, pois eu certamente tinha uma imagem dele em certo tipo de papel como em Julie & Julia e O diabo Veste Prada.

É de certo, um filme emocionante e profundo (chorei MUITO, mas tudo bem, ninguém precisa saber, rs). Com uma mensagem de fé e amor extraordinária, mesclando noções espíritas e católicas. Mesmo alguém que não possua uma religião (como eu) é impossível não se emocionar. Quem gosta de filmes dramáticos, com muitos litros de choro, vale a pena conferir. 


  video

11 comentários:

  1. Gente, quero muito ver esse filme/ler esse livro. É a segunda vez que ouço falar dele só essa semana! Isso deve ser algum sinal, hahahaha.
    Adorei os comentários. E a capa azul é LINDA *o*


    Beijocas!
    Juh Oliveto
    Livros & Bolinhos ~

    ResponderExcluir
  2. Tanto o livro quanto o filme são ma-ra-vi-lho-sos!
    Beijos!

    http://bibliolatras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Já ouvi falar muuuuito desse filme mas naum cheguei a ver. Agora fiquei mais curiosa!!!

    http://conversandocomdragoes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. PQP! Que filme triste. Chorei muito com ele e senti muito ódio. Não o reveria de novo por conta dos sentimentos que senti.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  5. Já ouvir falar, mas não vi.
    Parece ser bem triste ! =/
    De nadinha querida, é um prazer passar aqui.
    E aproveitando que vc falou sobre "Pão-de-mel".. ele está por 9,90 na americana!
    fica a dica.
    E aproveitando novamente... eu estava pensando(humm) e o que vc acha de um Amigo invisível entre Blogs!?
    Acho que seria uma idéia bem legal e queria alguém para me ajudar a organizar. =)
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Uau, que arrepio de ver esse trailer. TENHO QUE ASSISTIR ESSE FILME!!!

    ResponderExcluir
  7. Huum, história cujo cunho é digamos que, investigativo, o conflito desenvolve em meio ao mistério do assassinato da garotinha, que está entre duas dimensões a paranormal e o paraíso, qual será seu fim? Descobriram quem a matou?

    ResponderExcluir
  8. Quero ler esse livro e ver o filme. Adorei

    ResponderExcluir
  9. Tenho vontade de ver o filme, mas li a metade do livro e abandonei, achei muito chatinho.

    Beijos,
    Dri Ornellas
    http://a-menina-do-fim-da-rua.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Ultimamente tenho passado meio longe de livros e filmes tristes. Acredita que ainda não tive coragem de começar a ler "Querido John"? Mas obrigada pela indicação.. quem sae um dia não vejo =p

    ResponderExcluir
  11. Parece ser mto lindo, embora eu vá chora mto qdo for assistir o filme...

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails