Conhecendo a Autora - Alexandra Jahnel

Venho hoje apresentar pra vocês mais uma maravilhosa autora. A simpática, talentosa e linda, Alexandra Jahnel. Autora do livro O Mestre dos Dragões Vermelhos .




Alexandra Jahnel. É paulista, tem 42 anos, antes trilhando os caminhos da Literatura Lírica, com várias poesias publicadas em concursos literários, agora envereda pelos caminhos da Literatura Fantástica com seu primeiro romance.


Em 2010 lança seu primeiro livro,O Mestre dos Dragões Vermelhos - O Império’.


Facebook da autora: Alexandra Jahnel
Blog: Blog
Skoob: Skoob
Editora: Novo Século
Onde Comprar: Aqui


Conhecendo a autora: Alexandra Jahnel
Campanha de incentivo aos autores brasileiros.


• Qual o seu nome completo, quantos anos você tem e onde você nasceu?
Alexandra Jahnel Pascoal natural de Jundiaí/SP

• Qual a sua comida preferida?
Tudo que tenha batata, amo batatas.

• O que gosta de fazer nos tempos vagos?
Sempre li muito, adoro ler, escrever e cozinhar; adoro inventar modas na cozinha.

• Um fato engraçado que tenha acontecido contigo que possa compartilhar com todos os leitores.
Que tal um fato bom? Este ano reencontrei amigos que não via a mais de 20 anos, fizemos uma festança no reencontro de formandos de 1985 do Colégio Agrícola de Jundiaí, foi maravilhoso.

• O que existe de mais importante na vida para você.
O amor de meu marido, um homem maravilhoso, aquele que me completa perfeitamente.

• Quando você descobriu essa sua veia de escritora e como isso aconteceu?
Na realidade devo isso a uma professora maravilhosa, D. Gema Galasso, que já está do outro lado do véu; o incentivo dela foi primordial, eu fazia muitas poesias e ela incentivava isso nos alunos.

• De onde veio à inspiração para escrever seus livros?
Da bruxaria draconiana, uma tradição antiga do paganismo. Pesquisei muito sobre dragões e foi inevitável imaginar histórias.

• Você já tem algum outro livro esperando publicação?
O segundo volume da saga já está com a Editora Novo Século.

• Como foi a decisão de publicar o seu livro?
Foi tudo muito rápido, já tinha registrado os dois primeiros livros e comecei a buscar editoras, era um sonho e queria realizá-lo; marido e família me apoiaram muito. Tudo ocorreu em dezembro, minha irmã ajudou-me financeiramente também.

• Você sempre sonhou em ser um (a) escritor (a)? Fale um pouco da sua experiência como autor (a) e do processo de publicação.
Quem escreve sonha em publicar, isso é mais que lógico. Ainda no primário, na quarta série, eu era um horror em Língua Portuguesa, minhas notas eram todas de redações e a professora incentivava isso, pois apesar de não fazer uma análise sintática que valesse a pena, eu escrevia corretamente.

Meu forte sempre foi poesia, participei de alguns concursos literários e muitas foram publicadas; em 1998 foi a primeira pela Casa da Cultura de Jundiaí (Poetando 98); na empresa existem concursos literários e já tive duas poesias e um conto publicados, em 2006, 2007 e 2008.

O Mestre dos Dragões Vermelhos já estava elaborado em minha cabeça, quando passei a colocar no papel os personagens começaram a evoluir e a história evoluiu com eles. Queria uma boa editora, como sou fã de André Vianco, enviei o livro primeiro para a editora que publicou seus livros e vingou.

Muitos podem até considerar loucura o que fiz, afinal havia acabado de adotar dois meninos, tinha dois empréstimos vigentes e fiz um terceiro para publicar o livro... mas sonho não tem preço, nos apertamos e meu livro nasceu lindo (nisso não posso ser modesta... RS). Dar vida aos dragões foi algo que, sentia, fazia parte de minha jornada.

Durante a edição participei em muitas etapas, inclusive escolhendo a capa. A Editora Novo Século fez um trabalho maravilhoso.

• Você tem alguma outra atividade profissional além de escritor (a)? Como ela influencia no seu trabalho?
Sou economiária. Lidar com o público diariamente me inspira em alguns personagens, mas como tento manter minhas vidas profissional e pessoal separadas, também tento isso com a literatura e o trabalho. Houve um incentivo maravilhoso dos colegas de trabalho, alguns foram também à Bienal para prestigiar o lançamento do livro.

• Como foi mergulhar no mundo dos livros e quais autores do estilo influenciaram?
É emocionante imaginar alguém com o livro nas mãos e gostando da história, é maravilhoso quando alguém diz que devorou meu livro e adorou, quando alguém me pergunta quando sai o segundo. Apesar de somente ter sido lançado em agosto, muitos amigos que o adquiriram imediatamente após o lançamento já o leram todo e gostaram; não há como descrever essa emoção... é como se alguém elogiasse um filho seu.

A literatura fantástica possui vários autores maravilhosos, sempre gostei de Marion Zimmer, pois seus personagens são passionais e de personalidades marcantes, tenho um estilo compatível com o dela no que se refere às personagens femininas, que são fortes e destemidas; mas os personagens de O Mestre dos Dragões Vermelhos são muitas vezes ambíguos, não existem heróis com armaduras reluzentes, os personagens possuem seu lado herói e seu lado vilão, assim como todos os seres que existem em todos os mundos do entre mundos, inclusive no nosso.

• Você já tem algum livro previsto para ser lançado? Se sim, poderia adiantar algo sobre esse novo projeto? Teria alguma previsão de lançamento?
O lançamento do primeiro livro, O Mestre dos Dragões Vermelhos, tem pouco mais de um mês, o próximo será sua continuação. No primeiro narro o surgimento do Império, no segundo as surpresas continuam.

EM PRIMEIRÍSSIMA MÃO:

O primeiro: O MESTRE DOS DRAGÕES VERMELHOS I – O IMPÉRIO
O segundo: O MESTRE DOS DRAGÕES VERMELHOS II – DESTINOS (inédito – a ser publicado)
O terceiro: O MESTRE DOS DRAGÕES VERMELHOS III – MUITOS POVOS ALÉM DO VÉU (inédito – a ser publicado)

E não são somente esses, a saga dos dragões já possui sete livros escritos ao total (por enquanto) e muitas das histórias possuem ganchos para outras histórias...

• Do que se tratam seus outros livros? Fale um pouco sobre eles.
Os livros já redigidos são a continuação da saga.

• Você pesquisou ou utilizou referências de outros livros, seriados ou filmes para compor o seu livro?
Li muito sobre mitologia e antigas tradições pagãs.

• Como foi o processo de criação do livro?
Demorou mais para publicar que para escrever, quando escrevo eu me desligo do mundo ao som de Simphony Metal (adoro Épica e Era)... A história flui e meus dedinhos se movimentam no teclado.

• Conte um pouquinho da história do seu ultimo livro lançado para gente.
Não dá para contar muito, qualquer coisa a mais que eu conte vai dar pistas sobre as surpresas. Posso dizer que o enredo se desenvolve de forma contínua, o primeiro livro trata de uma guerra que se arrasta por séculos, mas também sobre amores e desventuras dos personagens. Dhorman é um mundo maravilhoso... prometo que a cada capítulo um mistério acaba sendo revelado e as surpresas surgem...

• Como surgiu o título do livro e quando você começou a escrever a história já tinha um título estabelecido?
Já tinha a idéia principal, quando comecei a escrever o título foi o a primeira coisa que digitei e ele não mudou.

• Quanto tempo levou para você fazer esse livro?
Para escrever os dois primeiros livros: dois meses; depois os registrei e aí passei a enviar. Levou quase 01 ano para a publicação mais ou menos.

• Os personagens principais são inspirados em pessoas conhecidas ou partiu de um ideal criado por você?
Alguns foram inspirados em pessoas que conheci durante minha vida, outros são totalmente fictícios; cada qual tem um tipo de personalidade e amo a todos... choro feito uma idiota quando um deles deve morrer... snif.

• O livro tem uma boa aceitação entre os leitores. Como você se sente em relação a este sucesso?
Meus primeiros leitores foram os membros da família e meus amigos, uma de minhas cobaias (quem leu os rascunhos) amou os livros... somente saber que alguém tem o livro nas mãos e está sendo transportado para Dhorman já é um sucesso.

• Poderia dar algumas dicas para os jovens que estão ingressando no meio literário?
Não desanimem e não tenham ilusões, mas continuem sonhando e escrevendo, pois o sonho pode ser realizado, mas uma ilusão jamais se torna realidade.Escreva, escreva, escreva se arrisque, não desanime e lute.

• Qual sua dica para quem quer seguir a carreira de escritor?
Escreva, escreva e escreva. Tenha algumas “cobaias”, faça-as ler os rascunhos e absorva as impressões deles. Sonhe sempre e trabalhe para realizar seu sonho.

• Em sua opinião, qual é a importância da literatura na vida das pessoas?
Todos deveriam ler mais, ler nos transporta a outros mundos, nos abre uma gama de sabedoria enorme, cabe a nós ir à busca dessa sabedoria.

• Muitos blogs estão divulgando obras nacionais através de resenhas, campanhas, entrevistas e sorteios. O que você acha desta iniciativa?
Maravilhosa, um auxílio bem vindo para novos autores.

• O que você acha das campanhas em prol dos autores brasileiros?
MARAVILHOSO... O selo Novos Talentos da Editora Novo Século foi algo que me auxiliou a lançar meu primeiro livro; se todas as editoras tivessem essa visão, teríamos muito mais autores nacionais no mercado.

• Por que você acha que existe este preconceito com os livros de autores nacionais?
Não é bem preconceito, o brasileiro está começando a demandar por produtos nacionais, o que inclui autores. O problema é que temos que fazer uma divulgação enorme para nos fazer presentes, enquanto livros internacionais já são publicados aqui com demanda garantida.

• Há rumores que o mercado está estafado com o tema “vampiros”. É um tema que fascinou e virou febre entre os jovens. Em sua opinião, isso ajuda ou atrapalha na divulgação de livros com outros temas?
Existe um interesse enorme na Literatura Fantástica, embora muitos dos grandes sucessos tenham sido oriundos de lançamentos de filmes; primeiro o filme faz sucesso e depois o livro. Foi assim com Senhor dos Anéis, Harry Potter e a série Crepúsculo.

A maior dificuldade no Brasil é competir com esses livros, que já vem com a palavra SUCESSO impressa na capa. Para um autor nacional se fazer conhecer é muito difícil, mas quanto mais autores nacionais se fizerem presentes na Literatura Fantástica, mais espaço nós teremos.

Um autor maravilhoso, André Vianco, possui livros anteriores da febre dos vampiros sobre esse tema, livros maravilhosos que devorei, mas muitos leitores preferem devorar vampiros internacionais... bem... esperemos que essa realidade mude.

A tendência literária agora são anjos, eles já estiveram na literatura em livros de auto-ajuda, agora estão presentes na Literatura Fantástica; como nenhum livro ou filme abordou esse tema, nossos autores têm uma chance a mais de conquistar o mercado literário nacional, espero que os dragões peguem uma carona nas asas dos anjos (RS).

Existe espaço para todos: vampiros, anjos, dragões, bruxas... mas os leitores brasileiros devem dar uma oportunidade aos autores nacionais.

• Agora algumas perguntinhas rapidinhas para o leitor te conhecer melhor:

a) Um livro: só um? (RS) O Bento de André Vianco; Brumas de Avalon de Marion Zimmer... (um nacional e um internacional)
b) Um (a) autor (a): nacional: André Vianco, internacional: Marion Zimmer
c) Uma música: Andanças (para quem é mais novinho essa música ganhou o festival no ano em que nasci; ela é interpretada por Beth Carvalho)
d) Um (a) cantor (a) /banda: nacional: Chico Buarque; internacional: Queen
e) Um filme: Coração de dragão
f) Um (a) ator/atriz: Nicolas Cage
g) Uma pessoa: Meu marido
h) Uma frase: “Tudo o que acontece, acontece para melhor”
i) Um momento marcante: A adoção de meus dois meninos lindos, um de 14 e outro de 10 anos. (optamos por adoção tardia)

• Poderia deixar alguma mensagem aos leitores do blog? Seus contatos e onde comprar seu livro?
A mensagem: LEIAM! A leitura os transporta para lugares jamais vistos (nem nos filmes)... Todo mundo sabe que os filmes deixam muito a desejar.

ONDE ENCONTRAR O LIVRO:


CONTATO COM O AUTOR:

mestredosdragoesvermelhos@gmail.com

Entrem em contato, só não solicitem que eu desvende os segredos de Dhorman (rs...)

• Deseja encerrar a entrevista com mais algum comentário?
Ótimo trabalho de vocês, os autores nacionais agradecem.

Quero agradecer a Alexandra Jahnel pela gentileza de conceder esta entrevista ao Blog Leituras & Fofuras. Além de ser uma autora de talento, é uma pessoa atenciosa e simpática.

Galera, dêem mais oportunidades aos autores brasileiros. Leiam, conheçam, divulguem, tem muita gente boa e que atende a todo tipo de público.

Aproveito também para agradecer o carinho dos leitores que estão sempre no Blog.

10 comentários:

  1. Bom dia flor do dia!!!!!
    passei pra agradecer sua visita e comentarios maravilhosos. E dizer pra vc que lamento muito por ter muitas pessoas que não dão a minima pra os postes das promoção, muitas vezes posto e com um tempo depois exclu, fico envergonhada porque faço isso com muito carinho e a pessoa do blog nunca visita, deixa recado e olha que eu falo tudo direitinho ponho link e tudo, convido minhas amigas pra participar dos blog e vejo que sempre os sorteio aunenta muito as participações, mas nunca ninguem reconheceu este gesto tão nobre de minha parte. Quanto ao trama da boneca, tente esquecer, para que possas ter ainda lindas bonecas enfeitando sua cômoda, rsrsrs. Bjos
    DEUS CONTINUE TE ABENÇOANDO.

    Ah!!! lamento, mas não poderei mais participar da sua promo, estou até a cabeça de trabalho, estou com uma colcha pra terminar ainda essa semana e não terei como comentar nos post. mas mesmo assim muito obrigada e parabéns pela promo que é maravilhosa. espero já a promixa pra eu vime ganhar, rsrsrs.Bjos.
    DEUS TE ABENÇOEI SEMPRE.

    ResponderExcluir
  2. Que fofa meu! Não conhecia a autora nem os trabalhos dela, mas me interessei; parecem ser bons! :)
    Achei muito gracinha ela falando dos personagens! *o* haha
    E concordo com ela, não é preconceito com autores nacionais, acontece que livros internacionais são MUITO mais divulgados. Tanto pelas editoras quanto pela galera de blogs/sites/afins. Mas aos poucos isso vem mudando, acho que a literatura nacional está cada vez mais sendo falada e motivada. Espero que só aumente! Precisamos conhecer nossos autores! ^^

    Beijão!
    Gabi - A Bookaholic World

    ResponderExcluir
  3. Gente muito simpática,adorei conhece-la.Já li o livro e ele é realmente ótimo eu amei, tantas surpresas a cada pagina uma coisa nova e emocionante algo que eu não podia imaginar,eu realmente me apaixonei por Dhorman XD.
    Eu como ela adoro o filme coração valente até hoje choro quando Draco morre e sempre quis ler as Brumas de Avalon.
    Adorei conhecer a Alexandra parabéns a vcs meninas do leituras e fofuras ótima entrevista.

    ResponderExcluir
  4. Nunca tinha ouvido falar desssa autora, nem dos seus livros, mas achei ela suuper simpática!
    Meu namorado é fascinado por dragões, histórias antigas.. acho que ele ia curtir ler os livros dela.

    megaa bjoo
    ;**

    ResponderExcluir
  5. Hey ^^

    Ótima entrevista, acredito que todo ser humano tem a capacidade de fazer seu sonho virar realidade.
    Sobre talvez esse preconceito sobre autores nacionais, acredito que seja a própria mídia que o faz, e isso é claro que acaba por influenciar a grande massa.
    Gostei muito da frase a seguir:

    "Todos deveriam ler mais, ler nos transporta a outros mundos, nos abre uma gama de sabedoria enorme, cabe a nós ir à busca dessa sabedoria.

    E como! se o governo se importasse mais com a leitura nas escola eu tenho certeza que até no caso dos autores nacionais se destacariam, tudo vem lá de trás.

    Xoxo

    :: Loma

    ResponderExcluir
  6. Gostei do nome do livro dela, sabe?!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Ai não me canso de ler a entrevista com a Alê olha ja estou ficando íntima rsrsrsrsrs

    ResponderExcluir
  8. Gostei muito da entrevista. As dicas que ela dá para os iniciantes são otimas, dá até vontade de escrever também. Concordo que tenha espaço para todo tipo de seres fantasticos nos livros, so não gosto muito é quando as capas ficam muito repetitivas, como aconteceu depois da serie Crepusculo, muito preto com vermelho por exemplo. Ainda bem que aos poucos as coisas vao mudando...Parabens pelo livro e pela entrevista.Bjks

    ResponderExcluir
  9. Ótima entrevista, não conhecia a autora ainda. Acho que os blogs estão mesmo fazendo uma iniciativa maravilhosa ao divulgar mais os autores brasileiros. Concordo que os livros internacionais são muito mais divulgados.

    ResponderExcluir
  10. Tinha ouvido alguns comentários sobre o livro, conhecnedo a autora me pareceu ser mais interessante ainda (ela gosta de André Vianco e Chico Buarque \o/ 1 pto a mais pra ela rs)

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails